quinta-feira, março 09, 2006

Conferência I

Nestes dois últimos dias fui a uma conferência (mais acção de marketing e tal, mas já lá vou...) sobre SIG's ou GIS. Fiquei admirado quando, no meu trabalho, propuseram o meu nome para ir a tal sítio! Admito que não estava nada à espera, mas (e tirando toda e qualquer modéstia do meu capote) era de facto a pessoa mais indicada para tal coisa! E se era, não há nada a dizer.

Tudo o que lá vi acabou por ser de extremo interesse porque vi parte do que se vai fazendo nesta área, tanto cá como no mundo. A empresa que propôs a conferência não ia obviamente mostrar as propostas da concorrencia, tanto que o evento nem sequer tinha o nome de conferência em lado algum. Era o "Encontro de Utilizadores" de uma determinada tecnologia, portanto era mais uma operação de charme para cativar outros potenciais utilizadores para a plataforma deles.

Fartei-me de ter boas ideias, e até perdi algum tempo lá a pensar em formas de implementar as mesmas, sem ter que pagar um tostão àqueles senhores. Obviamente, eles deverão ter uma gigante equipa... e ali eu sou o que se chama um one-man show... Mas acho que o que já desenvolvi usa imensos conceitos que eles também usam, e a informação que lá adquiri permite-me ter ainda mais boas ideias.

Restam-me agora, ter algumas coisas ao meu dispor: recursos, orientação estratégica, e acima de tudo, motivação para um projecto que se eu desenvolver por mim mesmo será algo megalómano... Veremos onde irá parar. A conferência abriu-me os olhos para o que há e para o que é possível...

2 comentários:

JP disse...

Ontem dizias:
"Ultimamente tenho feito um esforço, e tenho olhado para pequenas coisas, ... No fundo é a prática do GTD - Getting Things Done" e "Sem megalomanias."

Hoje:
"Restam-me agora, ter algumas coisas ao meu dispor: recursos, orientação estratégica, e acima de tudo, motivação para um projecto que se eu desenvolver por mim mesmo será algo megalómano... "

Decide-t rapaz!! :P

Ricardo Ramalho disse...

Não que eu tenha que te justificar seja lá o que for... Caso te tenha falhado a capacidade de análise, no primeiro post eu falava de projecto mais a nível pessoal. No segundo caso são coisas profissionais! Megalómanas ou não, eu tenho que levar com elas e tentar dar o melhor de mim, embora me possa custar...

Capice?