sexta-feira, dezembro 30, 2005

Revisão

É sempre complicado fazer uma retrospectiva de um ano. Não gosto de o fazer... Não sei porquê mas não gosto de rever um ano em poucas palavras. Há sempre coisas importantes que nos esquecemos e há sempre coisas irrelevantes das quais nos lembramos.

Mas para mim foi um ano importante. Não resolvi os conflitos internos, mas acho que ganhei consciencia da dimensão dos mesmos, e isso se calhar foi muito importante para mim. Foi importante porque, após muito tempo a sofrer e a sentir-me à deriva, comecei a tentar fazer alguma coisa para ficar bem. Infelizmente, ainda não fui bem sucedido, mas quero acreditar que serei bem sucedido em 2006. Por vezes, ganhar consciencia da dimensão de um problema pode ser o primeiro passo para o tentar resolver. Consegui neste ano começar a falar de coisas que só estavam dentro de mim, e que só vinham cá para fora na forma de raiva; consegui exprimir certos sentimentos como nunca tinha conseguido; consegui chorar baba e ranho em vez de partir coisas; consegui deixar-me invadir por sentimentos que sempre travei e controlei de forma brutal. Ainda falta conseguir muitas, mas mesmo muitas coisas, mas espero que o ano de 2006 sirva para por tudo em ordem, ou pelo menos continuar a lutar para mim, por mim... e também por aqueles que mais possa amar.

Acho que consolidei algumas amizades, desliguei-me de pessoas que sempre achei de alguma forma acessórias, comecei a deixar de fazer fretes. Deixei de ter paciencia para simplesmente dizer "sim" a toda a gente. Embora sinta que mesmo assim tenho que dizer "não" mais vezes.

Fartei-me de chorar este ano. Não tenho a mínima vergonha de o dizer! Mas tem sido a melhor forma de dizer "basta!", porque cada lágrima serve para lavar a alma de tanto fantasma, de tanto lixo que me tem consumido e me tem roubado o essencial de mim.

Comecei a alinhavar de alguma forma a resolução dos meus conflitos. Não estão resolvidos, nem sei quando estarão, mas sinto que foi de facto o princípio da resolução dos mesmos. Vi o quanto estava a precisar de ajuda, comecei-me a conhecer a mim mesmo em montes de coisas, aprendi muito sobre mim. A partir de agora, só pode melhorar. A calma e a paz ainda não chegaram, mas hão-de chegar. Agora que admiti os meus problemas, que de alguma forma já sei os meus problemas, posso procurar a solução, e de facto ser minimamente feliz. Desejo-o ardentemente! Comecei também, a consciencializar-me que não são outros a resolver os meus problemas... Sou eu, e só eu, a poder lutar pela paz que necessito. Nem posso, como espero tenham percebido por um post anterior, projectar a minha felicidade em ninguém. Tem que fluir de mim. Se houver alguém presente, melhor!, mas se não houver só pode vir de mim. Custou-me a admitir isso, e ainda me custa... Mas tem que ser assim. Se eu não gostar de mim quem gostará?...

Para 2006 desejo um excelente ano a todos.
A todos mesmo!

17 comentários:

Elias disse...

A nossa felicidade começa sempre em nós mesmo, em gostarmos de nós , tens tazão se tu não gostares de ti mesmo , quem gostará?
1 Abraço amigo e espero sinceramente que consigas avançar não por se ano novo e dizermos "ano novo vida nova" mas avançar a cada dia que passa independentemente de ser ano novo, pascoa carnaval , natal , ou outra festa qualquer, como dizes, faz por ti.

Gattaparda disse...

Brincando um bocadinho com o teu post, digo-te que se tu não gostares de ti ainda resto eu para gostar.
Falando a sério, acho que esta retrospectiva emocional do ano mostra o quanto tu evoluíste, não sei se ao logo deste ano, ou ao logo do tempo que decorre desde que te conheci. Já não és o fedelho armado em gente que só mostrava graçolas, que era de plástico, que não mostrava sentimentos, que não me interessava minimamente ter como amigo (eras simplesmente conhecido de uma amiga minha!). És um AMIGO, que se emociona, que fala, que vive (mesmo que aos tombos e a marrar contra as paredes!). Ainda bem que fizeste a descoberta que enuncias nas últimas palavras. Era para ela que te alertavam várias pessoas num dos teus últimos posts…
Conta connosco
Estaremos todos por aí, para te ajudar e para sermos felizes!
Um beijinho amigo da tua gata parda, mas nunca parva!

Judia disse...

Tal como sabes, sei como te sentes e compreendo-te, estou num lugar em muitas coisas parecido ao teu e igualmente a lutar para sair dele. E sem qualquer dúvida que quanto mais gostarmos de nós mais os outros se aproximam e gostam de nós. Desejo-te um 2006 cheio de coisas boas (e novas!), em que os fantasmas já nem te tocam e os problemas não passam de desafios ;)

Beijo grande

Parafuso disse...

Como é bom estar de férias, sem as preocupações habituais, fazendo aquilo que mais gostamos e por que tanto ambicionamos. O momento ideal para a recuperação das forças físicas e psíquicas.
Fico contente que o ano que está a terminar tenha sido um inicio de mudança de "ares" para ti e para a tua felicidade interna. Tenho a certeza que o ano 2006 vai ser ainda melhor e vais atingir os teus objectivos essenciais.

Estás no caminho certo, agora depende de ti e da velocidade que queiras levar.

Um forte abrazzo
Parafuso

PRÓSPERO ANO NOVO 2006 PARA TODOS

joana disse...

Tal como já te disse, fico muito feliz por teres conseguido admitir os teus conflitos internos e por teres conseguido deitá-los cá para fora...e mais que isso, fico muito feliz porque percebeste que tens que ser tu próprio a procurar e encontrar a tua paz interior e a tua felicidade...ainda bem que já começaste a lutar PARA TI e POR TI...tenho a certeza que vais chegar lá, com muita determinação e persistência...não desistas nunca!

Os AMIGOS não nos podem substituir, mas podem estar SEMPRE ao nosso LADO a apoiar-nos e a aconselhar-nos da melhor forma que podem e sabem...eu estarei SEMPRE lá, do teu LADO porque aos poucos fui descobrindo que este ano ganhei um AMIGO ESPECIAL! ;)

Um beijinho grande

QUE 2006 NOS ENCHA DE SONHOS E QUE NOS AJUDE A CONCRETIZÁ-LOS!!!

FELIZ 2006!

maria disse...

GOSTO EU PUTO GIRO QUERIDO ! ! !
É claro que é fundamental gostares de TI, teres a capacidade de fazer uma introspecção e analisares o teu comportamento e atitudes para que possas mudar aquelas que achares menos adequadas. Não tens que o fazer para agradar a quem quer que seja, mas simplesmente por TI, para obteres a tua paz interior.

Fico muito contente por verificar que este ano serviu, no que diz respeito à resolução dos teus conflitos, para "encontrares o fio à meada". O pior obstáculo já ultrapassaste...
Agora vai em frente, sem medo!
Não interessa o tempo que leva, porque isso é mesmo irrelevante.
Desejo que 2006 seja para ti um MARCO.

...E descansa porque a felicidade está dentro de ti. Nem sempre é fácil encontrá-la, mas está aí.

QUE 2006 TE TRAGA O QUE MAIS DESEJAS! FELIZ ANO NOVO!

Um beijinho muito grande
Maria

Azrael Angel disse...

citando um grande amigo:

"DÁ-LHE PUTO!"

Anónimo disse...

Adorei as últimas frases;)...
Conheço-te practicamente através deste post e vocalmente;) mas adorei o que vi!Acho-te sinceramnete um ser fantástico... e acho q estas no bom caminho!
Um beijão enorme!! Q este ano que vai entrar ... é um ano fenomenal para todas as pessoas;) Muita coisa boa vai acontecer;)!!
Angel

wispa disse...

It's a long road to freedom ;)
Boas entradas e que o Ano Novo te traga a tranquilidade que anseias =) bjs

patoquinha disse...

O caminho para essa paz que procuras e para a hipotética resolução dos teus problemas és tu que o vais trilhar, os amigos 'servem' para nos guiar e estar ao nosso lado, eu estarei lá, é só tu deixares! Mais te conheço mais te sinto como uma pessoa muito especial e bonita que quero ter ao meu lado nos momentos mais importantes, sejam eles de palhaçada, de lágrimas ou de pura partilha.... Adoro-te amigo.

Joaquin Gomez aka "Vendetta" disse...

Ena :D Parabéns. Estás lá!!!

Depois disto tudo, palavras para que?

Contigo ainda há tempo. Para o resto das pessoas uma

FELIZ ENTRADA EM 2006

Vera disse...

Também para ti um FELIZ 2006, tudo de bom!!!
Boas Saídas e Melhores Entradas!!
Fica bem ;)
Jinhos

Ariadne disse...

Bom Ano Novo para ti, Ramalho !!

Belo texto: a expôr muita coisa sensata e, sobretudo (o que me agradou mais), um sabor a Poder de Vontade que faz as coisas acontecerem - espero que seja um prenúncio de que em breve atingirás a tua Paz e a tua Alegria.

Desejo-te tudo do melhor para 2006 e que tenhas três vezes mais felicidade do que a que desejo para mim.

Namasté.

CG disse...

Obrigado e igualmente.
Tás no bom caminho pá. (o q raio sei eu disto? ;))
Abraço
cg

lulinha disse...

Muito bom ano!
***

Lala disse...

afinal vozes de burro ainda chegam ao ceu. Feliz 2006!

Anónimo disse...

se tu não gostas de ti, gosto eu e muito.