sábado, março 18, 2006

Memórias (que rasgam!)

Eu tenho uma memória lixada! Lembro-me de tudo (o que valorizo, obviamente!...), com um pormenor que me impressiona a mim mesmo, por vezes. Portanto conversas, imagens, sons, cheiros, situações e mais sei lá o quê ficam-me na memória como se fossem coisas de há poucos minutos. Certas conversas ficaram-me na memória, das quais me lembro frase-a-frase, palavra-a-palavra... Ou certas situações ficaram-me na memória, das quais me lembro de tudo; os cheiros, as imagens, as pessoas, as palavras... enfim tudo!

As palavras que foram boas sinto-as como fossem proferidas aqui e agora... As que foram más sinto-as como pesadelos que passam p'la mente quando não quero. Mas moem, sempre que me lembro delas.

E tudo isto porquê?... Porque hoje, dia 18 de Março de 2006, faz um ano que cometi um erro crasso... Não me costumo arrepender de fazer as coisas que faço, mas hoje sei que foi um erro... E que erro... De estratégia... Ou do que for...

2 comentários:

Fafa disse...

Eu costumo dizer que a memória tem uma grande utilidade: serve para nos relembrar dos erros que cometemos... e a inteligência para não os voltarmos a cometer ;)
Eheheh =:)*

Anónimo disse...

eu que sou uma cusca.. pelo menos poderias dizer qual era o erro;)!!!
bjoes!
Angel