sexta-feira, dezembro 22, 2006

Boas Festas


Antes de vos dar as Boas Festas da praxe, tenho que fazer umas considerações:
  1. Porque raio só falamos de generosidade, amor, crianças pobres, etc etc nesta altura? Esses temas não serão relevantes sempre?
  2. Porque raio temos que levar com esta silly season, onde todos os temas atrás referidos nem são considerados e coisas como a tolerancia e civismo vão por água abaixo?
  3. Porque raio se impoe na sociedade a quase-obrigatoriedade de dar algo a alguém? "Parece mal não dar..." - dizem alguns! Parece mal? Como me disse a Bela: "Vai à merda!". É isso mesmo Belinha... :)
O Natal nunca me disse grande coisa, visto que os valores do Natal sempre me foram incutidos no dia-a-dia. Sinto que aquela estúpida frase "O Natal é quando o Homem quer", é mesmo para ser levada à letra. A ideia de Natal, como a temos hoje, é uma autentica palhaçada; eu "festejo" o Natal com a minha família que são os meus pais, basicamente. Comemos o bacalhau numa mesa de visitas que não tem ninguém mais além dos do costume. Não é triste, muito p'lo contrário! Só estão os que realmente interessam.

Desde muito pequeno me habituei a ter muito poucas pessoas p'lo Natal, e em muitos desses anos fomos só nós os três, portanto até sabe bem. É a calma de não haver barulho na rua. Sabe bem... Mas essencialmente porque sempre associei ao Natal o meu próprio aniversário! Sim, faço anos no dia de Natal - vá lá, não me chamo Natalício de Jesus... Só mesmo Ricardo de Jesus... menos mal!

Enfim... Que consigam estar ao pé daqueles que interessam, mesmo que esses sejam só os vossos pais e/ou conjuges. :)

Boas Festas!

5 comentários:

Agnostic Christ disse...

Feliz Natal, :D e logo logo a ver se te ligo para te dar os parabens (no meu telemovel nesse dia le-se Natal(Ricardo Kossa R.)

JP disse...

Cliché... Foi o que pensei depois de ler este post.
1. Mais vale nesta altura que nunca
2. Mais vale nesta altura que nunca
3. Mais vale nesta altura que nunca
Eis as respostas para as 3 considerações.

Oh Belinha deixa de ser agarradinha à guita e compra uma prendinha.

"O Natal é quando o Homem quer"
este sim, é o Cliché Mor!!

Bem... tive 1 break no meu espirito Natalicio :P

Feliz Natal com aqueles que mais gostam.

1 abraço Grande Amigo

Ricardo Ramalho disse...

A Belinha dá prendas... Eu é que não! ;)

E não me parece que sejam clichés... Mas como isto é uma democracia, eu aceito todas as opiniões ;)

squiddy - a lula disse...

jp, estás cada dia mais fascinante!!!

Mas não acho que as pessoas mudem na época de Natal, são boas ou más como sempre foram (a diferença é que compram umas prendinhas, com + ou - ou nenhum sentimento).
E aproveitar a ocasião para nos reunirmos com pessoas de quem gostamos e raramente encontramos durante o ano é muito bom!

Feliz Natal para ti também

Parafuso disse...

Mai Nada!

Natal é quando um Homem quer, não tenho dúvidas. Experimentem colocar uma árvore de natal com luzes na varanda em pleno Verão, toda a gente vai pensar que és Louco mas és diferente dos hábitos e preconceitos da sociedade, e como as modas se pegam vai haver mais vizinhos a fazer o mesmo... se for para o Miguel Bombarda, que não vá sozinho! :))))))))

BOAS FESTAS PARA TODOS, MEUS DESEJOS PARA VÓS!!