terça-feira, outubro 31, 2006

Reality Check

Deram-me o contacto de uma pessoa que só me viu uma vez... Um rapaz que há uns anos considerei uma verdadeira melga, e que me pareceu um verdadeiro defeciente. Um daqueles que "ia ser um coitadinho" ou "um verdadeiro looser". Lá aceitei o convite do MSN (com muita relutancia, diga-se!), para me adicionar à lista de contactos.

Lá fui falando com o rapaz, e aquele salvatore, como ficou conhecido cá entre alguns amigos, supreendeu-me! Poucas linhas depois de começar a conversa, o salvatore deixara de ser aquela figurinha que achara o "otário". Afinal de contas teve os tomates de se fazer à vida dele, montou o seu negócio, está a ter sucesso com o mesmo, e de otário é só mesmo o aspecto.

Levei uma estalada de luva branca! É bem feito, porque menosprezar pessoas é um tremendo erro, porque por vezes temos que engolir tudo o que dissemos e pensámos. Quem me mandou, há uns anos atrás pensar que alguém seria um otário, só porque eu achei que sim? É bem feito, e é um bom reality check. É sim...

E ainda por cima, lembrar-se de mim, que de agradável tive muito pouco.

Parabéns ao salvatore. E é uma boa lição para mim mesmo... Pode ser que tenha aprendido algo com isto!

PS: salvatore era uma personagem de um ser humano com múltiplas mutações no filme "O nome da Rosa", baseado no romance com o mesmo nome do Umberto Ecco.

2 comentários:

Parafuso'sPartner disse...

Provavelmente, nao foste o unico a vota-lo ao destino de "looser". E engracado pensar que o "salvatore" te pode estar muito grato a ti e aos demais, por lhe terem agucado a coragem e lhe derem dado a garra necessaria para vos mostrarem o quao errados estavam! Beijinhos para ti (peco desculpa pelos erros na escrita, mas tenho um teclado americano :-).

Gattaparda disse...

acontece...especialmente quando somos preconceituosos.