segunda-feira, junho 05, 2006

Não!

...ou neste caso, aprender a dizer "não". Admito que é algo que me custa dizer sem ficar com aquela sensação do "ficou/ficaram chateado(s) comigo", mas acho que é algo importante fazer. Porquê? Porque se não me apetece fazer uma coisa, mais vale simplesmente dizer "desculpa, mas não me apetece fazer isso", do que estar a fazer frete e depois andar com as pessoas com um ar de "estou aqui, mas realmente não era aqui que queria estar". É melhor para as pessoas e é melhor para mim.

Mas, não sei muito bem porquê, sempre aceitei mais ou menos tudo, e quando queria era simplesmente dizer "não me apetece", inventava mil e uma desculpas com medo que as pessoas ficassem ofendidas. Não ficam nem têm que ficar, porque se digo que não me apetece é porque estou a ser sincero, e só podem ficar contentes com isso, por fui honesto e sincero.

Acho que é das coisas importantes em qualquer tipo de relações de amizade é o poder dizer simplesmente "não me apetece", sem os nossos interlocutores ficarem chateados/ofendidos/amoados. Ideia simples não é? Mas por vezes bastante complicada de por em prática...

4 comentários:

Pi disse...

É muito importante saber dizer "não"... Às vezes chega mesmo a ser necessário fazê-lo, até mesmo para teres o teu próprio espaço. Além do mais, tens todo o direito à tua opinião e a não te apetecer fazer o que apetece aos outros... Cada um tem a sua vontade, não há que impô-la a ninguém... e quanto aos fretes... não os faças... se alguém ficar ofendido só pelo facto de teres sido sincero, não te chateies... provavelmente é alguém que só sabe olhar para o seu umbigo...
Aprende bem a dizer "não" quando é preciso... mas não deixes de dizer o "sim" quando te apetece... ;) Bjinhos

scheeko™ disse...

Há tantas coisas que simplicariam as relações humanas! Simplesmente as pessoas não são assim...
E é por isso que o Mourinho ganha tudo e outros não! =)

Elias disse...

É importante saber dizer NÃO em qualquer tipo de relação e não só nas de amizade.

Gattaparda disse...

Eu digo "não" com bastante facilidade em muitas situações. Aprendi há muitos e bons anos que a franqueza é muito importante. Só faço fretes bem pago! Isto, não invalida, claro, excepções pontuais em que o bom senso determina outra postura.