sexta-feira, maio 26, 2006

Baratas

Há pouco, quando fui à casa de banho, vi a maior barata que alguma vez pensei existir... Isto é, numa casa de banho de uma instituição pública... Tinha, e não quero exagerar, à vontade uns 4.5 cm de comprimento! Talvez não seja a coisa mais nojenta deste mundo, e nem sequer me impediu de deixar de mictar até ao fim, mas era dispensável tal visão!

Claro que não apaguei o quadro da luz, nem comecei aos gritos nem nada desse tipo! Mas fez-me impressão ver tal bicho...

Apeteceu-me escrever este disparate! Sabem como são as Sextas-Feiras! ;)

6 comentários:

vera disse...

Eheheheheh
Não sei não, se não gritaste!!! ;))
Eheheheheh
Onde eu já ouvi essa de desligar o quadro da luz?!?! Hummmm
Bem mas fizeste-me olhar para a régua para imaginar tal bicharoco!!! :S :S

Zé Pires disse...

Quando estive no Funchal, o ano passado, na zona baixa da cidade era a "prata da casa", bicharocos com esse tamanho.

Por acaso, acho o Funchal lindíssimo, mas nunca vi um sítio tão infestado de baratas na rua como aquilo.

Anónimo disse...

Então vai aos Açores .. e ai assim vais ver o que são baratas de tamanho industrial... lá até voam.. são enormes!!
Angel

JP disse...

Então vai à Madeira.. e ai assim vais ver o que são baratas de tamanho industrial... lá até voam.. são enormes!!

patoquinha disse...

Eu última vez que vi uma barata,não gritei nem desliguei o quadro da luz,apenas carregeuei complusivamente no spray da Dum Dum até a dita bicha se continuar mexer, o que só ocorreu quando já se tinha formado uma poça de Dum Dum .Não existe bicho mais nojento.Grhhhhhhhhhhhh

Fafa disse...

Que tal umas temporadas cá nos Açores?? Posso-te fazer visitas guiadas a várias colónias de férias desses bicharocos!! Sim, sim... e elas voam :)