quarta-feira, maio 24, 2006

Aniversário da Ana Luu (Parte 2)

O Zé queria oferecer um dia especial à sua esposa, mas realmente acho que ele tem quase a mesma falta de jeito que eu para esconder algo seja a quem for... quanto mais à Ana! Ao que ele próprio contou, andou a dizer à Ana para não entrar no quarto onde está o computador; que tinha páginas abertas sobre a serra da Arrábida! Surpresa já não era, mas ao menos fez um belo esforço (com sucesso diga-se!) em combinar um piquenique na Serra da Arrábida.

O combinado era a malta ir ter a minha casa e depois seguir para casa deles, para fazer a dita surpresa. Claro que a hora combinada, para não variar, esfumou-se; mas também já ando a fazer um esforço para não ligar a horas ao fim-de-semana...

Chegámos a casa deles, e depois lá arrancámos estrada fora a caminho da Serra. Algures a meio caminho lá alguém chegou à conclusão de que a carne que o Zé comprou apenas daria para cada pessoa comer uma salsicha, uma entremeada e uma bifana. Se toda a malta estivesse a fazer assim uma mega-dieta, não era mau... Mas era o que se poderia chamar um piquenique light. ;) Lá fomos comprar mais carne algures em Setúbal, e siga!

Quando chegámos ao local do piquenique, um local com vista para Troia na estrada que liga Setúbal ao Portinho da Arrábida, vimos que até não havia muita gente. O que era perfeito, visto que queríamos espaço para estar a dar uns toques na bola, enquanto a carne grelhava. E grande parte do dia foi mesmo isso! Andar a dar toques na bola, acertar em algumas pessoas no processo, comer, jogar às cartas e voltar a dar mais toques na bola.

Mais para o fim da tarde fomos à procura de umas caches de geocaching (o novo desporto do Zé e da Ana). Descobrimos nesse processo um dos locais mais belos que já vi da Arrábida. Uma capela construída dentro de uma gruta, mesmo à beira mar, com a montanha toda por cima de nós... local lindíssimo! Se quiserem lá ir, a entrada é em frente à Casa do Gaiato na estrada que dá acesso ao Portinho da Arrábida. Cuidado que aquilo é uma escadaria ainda grande e que desce até ao nível do mar... O Huguinho tirou umas fotos giras nesse local, por acaso.

Depois retornámos a Lisboa e fomos jantar a uma tasca. Quando de lá saímos ficámos na conversa até à meia-noite. Estavam quase todos estafados... E fomos para casa descansar. Foi um optimo dia, espero que Ana tenha de facto gostado! :)

2 comentários:

Gattaparda disse...

Deve ter sido mesmo giro. parabéns à Ana!

JP disse...

Eu até te desafiava a organizares uma festa surpresa neste fds, mas não te esqueças de levar mantimentos com dose dupla!