sábado, janeiro 28, 2006

"1984"

Um dos anúncios mais estranhos e controversos de sempre foi o anúncio da Apple no intervalo da final da SuperBowl Americana de 1984. O anúncio era alusivo ao Macintosh, era o anúncio da vinda do Macintosh, o D. Sebastião da informática, o salvador dos utilizadores, aquele que era capaz de ser a pedrada no charco.

Toda a simbologia serviu para marcar a diferença, pelos vistos. Foi considerado por muitos o anúncio da década de 80. Só passou nos Estados Unidos, e só passou na final da SuperBowl de 1984. Mas teve impacto pelos vistos. Já tinha ouvido falar deste anúncio, mas nunca o tinha visto. A ideia do chefe falar através do ecran gigante para os lacaios (todos iguais, tipo clones) é algo que não sei se foi novo, ou se já existiu antes. Mas a imagem que quer transmitir está perfeita, e a ambiencia é fantástica! Tanto é que já vi alguns filmes (Equilibrium, por exemplo) e jogos de computador (Half Life 2, por exemplo) com este conceito.

Pelos vistos foi objecto de alguns estudos na área da publicidade. Um deles está aqui.

O vídeo encontra-se aqui. Têm que ter instalado o QuickTime, ou algo que permita ler ficheiros com a extensão mov. É chato ter que instalar mais um programa, mas eu acho que vale a pena ver o anúncio.

Ah... o anúncio foi realizado por um tal de Ridley Scott... Fez filmes como Blade Runner (antes do anúncio) ou Gladiador... :)

2 comentários:

scheeko™ disse...

"A ideia do chefe falar através do ecran gigante para os lacaios (todos iguais, tipo clones) é algo que não sei se foi novo, ou se já existiu antes."

Nop, não é novo. Quem inventou foi o George Orwell em 1950, no livro "1984". E quem está nos ecrãs (ou telecrã, como era chamado) é o conhecido e original Big Brother.
É por isso que no fim do anúncio vem a frase: And you'll se why 1984 won't be like "1984".

Ricardo Ramalho disse...

Todos os dias aprendemos coisas novas! ;)