terça-feira, dezembro 13, 2005

O Natal, visto na minha optica...

A família dos meus pais partiu-se em mil pedaços algures quando eu tinha uns 4 ou 5 anos. A partir daí, os meus Natais (e aniversários, porque faço anos no dia 25 de Dezembro) passaram a ser a três... De vez em quando, muito de vez em quando, há um tio meu (irmão da minha mãe) que passa connosco o Natal. Portanto, o Natal para mim não tem nada da suposta reunião familiar. É mais uma noite, em que presto um pouco mais de atenção aos meus pais. Nada mais do que isso... Há mais uns doces e a companhia do costume, a contarem-me ano após ano como foi aquela noite em que eu nasci... As palavras ditas, essas, já as conheço de cor.

Toda a azáfama, todo o simbolismo passa-me um pouco ao lado, admito. Não sou propriamente insensível... Só que não estou habituado à família toda junta, numa fraterna reunião... Tenho imagens turvas do que isso era, quando era muito pequeno... Entretanto, já mudei de casa duas vezes, e nas duas casas seguintes nem árvore de Natal houve... Até hoje.

Ver se este ano volto a fazer uma árvore de Natal... Para ver se algo muda... Nem que seja o facto de haverem umas luzinhas a piscar cá em casa...

5 comentários:

Gattaparda disse...

Também não tenho o simbolismo da reunião familiar desde que os meus avós morreram, mas mesmo assim nunca deixei de fazer arvore e presepio e ouvir imensa música de natal! Como adoro crianças elas conseguem sempre transmitir-me esta imensa loucura que é a chegada do menino jesus! Sim, porque no meu tempo não havia pai natal! Não devia haver transportes da Lapónia para fora!
Acredita que as luzinhas animam!

joana disse...

Em minha casa sempre houve muito o espírito natalício. Esta quadra sempre foi vivida com muita harmonia e união familiar. Recordo com muita ternura os natais que vivi na infância, juventude (passados no norte com os meus avós, primos e restante família) e ainda agora porque esse espirito está sempre presente em mim e faço por transmiti-lo às minhas "princesas" porque é algo de muito bom...

Acho que fazes muito bem em querer trazer para junto de ti e dos teus pais esse espirito...decorar a casa ajuda muito, e as luzes nesta altura são lindas aos nossos olhos!

Azrael Angel disse...

em minha casa nunca houve...

qdo entrei pra primaria, deixei de receber prendas...

recebo uma ou outra agora de quem se lembre que eu existo ...

pela primeira vez na minha "toca" tá lá uma arvorezinha pequena com um palmo cheia de bolinhas e luzinhas ... a ver vamos o que o futuro reserva.

opino que o natal cada vez mais é apenas uma epoca de consumismo e não de familia.

quem se recorda no meio de um cc que festejamos a nascimento do nosso salvador? LOL

Fáfa disse...

o natal é sempre que um homem quiser...

Anónimo disse...

RR Já uma vez estive para te responder, mas achei que o assunto, embora eu ache que o que penso é o certo,a opinião é de cada um. Agora sobre o natal e as famílias, todas se partem em pedaços, e no Natal usam uma cola, a que chamam espírito Natalício.
Ainda bem que a tua não se cola porque os 3 não se partiram . Eu sou uma muito amiga tua, muito recente, grande e verdadeira .

GOSTO DE TI MAIS DO QUE ACREDITAS.

Adoro o Natal como adoro quase tudo e todos, faz uma àrvore de Natal esta ano nem que seja a meu pedido e para me mostar que mereces esta recente AMIGAAAAAA...