sexta-feira, outubro 21, 2005

Hipocrisias

Concerteza já viram o novo anúncio da Vodafone, com a libelinha ou que raio chamam àquele insecto. "A libelinha só tem um tempo de vida médio de um dia, por isso vive-o intensamente", diz-se no anúncio. Depois de causar um impacto muito positivo em mim, por estar de facto bem feito, e com frases extremamente apelativas. Acaba com o Now, que é a nova campanha deles. Também aí anda em outdoors e tal, mas não tem o impacto visual do anúncio da TV.

Mas a mensagem transmitida é muito bonita de facto... Só que não deixa de dar uma sensação de frustração após pensar um pouco na mensagem em si. Viver intensamente? Onde? Mas acima de tudo... Quando? Quem é que tem tempo (além de meia dúzia de privilegiados, nos quais acho que me incluo, felizmente) para fazer seja lá o que for? Ora vejamos:
- Entrar no emprego às 9-9:30, depois de 1 hora no transito;
- Ter 30 minutos/1 hora para almoçar, sempre a correr;
- Chegam as 18 horas e não se pode sair. Porquê? Inventou-se a coisa da responsabilidade profissional (há quem lhe chame produtividade ou qualquer outro chavão que os atrasados mentais dos políticos inventaram), a qual se põe acima de qualquer outro valor nas nossas vidas. Quem é responsável só pode sair depois das 20... Claro...

Mesmo que esse valor seja a família! Mesmo que esse valor seja o da nossa própria vida, como pessoas livres. Aparecem essas bestas fascistas, agora vestidas de fato e gravata, a tentar vender uma imagem de pseudo-sucesso. Em que sucesso é trabalhar até cair, não ter tempo para nada, ser explorado (e mal pago por vezes!) e eles (as bestas engravatadas) poderem comprar os Porsches (carros de novos ricos bimbalhóides, jogadores da bola e outros atrasados mentais) com o esforço alheio.

Quem é que pode, de alguma forma, ter tempo (já não falo de paciencia...) para estar com os seus quando chegam a casa estoirados às 21 horas? Há muita gente nesta situação!! Basta olhar para a A5 por volta das 20... Qual é a paciencia para educar uma criança? Quem a educa? A Playstation 2 ou a X-Box que lhe deram, para o calar quando ele queria atenção? Ah... Se calhar é o Tekken 5, em que lhes ensinam a fazer combos de golpes mortais... Porque os pais querem simplesmente encostar a cabeça um pouco para, de manhã, voltar ao mesmo estúpido ritmo frenético. E depois falam de natalidade? De fraca natalidade? É normal!! Qual é a pachorra? Depois falam de muitos divórcios e egoísmo/egocentrismo? É normal!! Qual é a pachorra? Quem é que quer ter filhos? Só por azar...

Bem... Já me alonguei mais do que queria... Só em jeito de nota final: As pessoas não têm tempo para viver intensamente! Aliás! As pessoas não têm tempo... ponto!

Por isso a mensagem do anúncio é hipócrita!

9 comentários:

Lala disse...

olha, este post é tão mau que primeiro pensei em comentá-lo, mas quando cheguei ao fim colapsaram-se as palavras. Fiquei sem saber o que dizer perante tanto chavão, tanta banalidade, tanto apregoar de "somos uns desgraçados".
Esta é uma postura que me deixa fora de mim! Acorda a vontade básica de querer esbofetear alguém!
Acorda! A vida vive-se intensamente, quando se acredita intensamente nela, independentemente do tempo livre que se tem.
Sem querer ser melindrosa, tinha mesmo que dizer o que penso.

Anónimo disse...

com certeza....

Parafuso disse...

Opções de vida.

lulinha - the squiddy disse...

Relax man, viver intensamente é aproveitar bem todos os tempos e momentos que temos!

É possivel ter prazer no trabalho também, e quem não está bem muda-se, tu sabes que isso é possivel. Não será assim tão simples mas o importante é a atitude positiva!

Um fim de semana a pintar a casa é viver tão intensamente como um fim de semana a acampar ou a dançar e a descansar, depende apenas do prazer que isso te dá, ou da tua atitude mesmo!!

Também não concordo com os exageros de ficar a trabalhar sempre até tarde e sim, tens toda a razão, em condições assim, quem é que quer ter filhos?
Continuo é a defender que cada um marca a sua posição, tem o direito de escolha e, se as coisas são assim é porque permitimos. É uma questão de principios (excluindo quem não tem hipotese e necessita de certo trabalho mediocre para sobreviver, mas não vamos por ai!).

Anima-te!!! :D
Tu podes ter Ricardinhos e Ricardinhas, és um privilegiado!!! hehe

k s faz hoje à noite? :D

Gattaparda disse...

Estás quase a levar porrada na tua própria cave...afinal parece que há mais privilegiados/as que tu...pena que não seja de capacidade de análise...

scheeko™ disse...

há algum anúncio que não seja?

Ricardo Ramalho disse...

Todos os anúncios são hipócritas de facto...

Vendem sempre algo impossível.

Não é por uma mulher usar cremes Nivea que vai ficar tão bonita como a modelo fotográfico que aparece nos outdoors. Nem um homem por usar Denim vai ficar irresistível às mulheres.

Mas acho que vale a pena refletir nisso! Por muito fútil e irrelevante que possa parecer. :)

scheeko™ disse...

Por acaso discordo. Acho que estes são os melhores anúncios que há: os life by vodafone, optimus & coca-cola. Apresentam umas vidas sempre lindas, em frases curtas, sintéticas e cheias de emoção. Fartamo-nos de lembrar dos anos em que tinhamos 20 anitos. Espera eu tenho 20 anitos! Ok, para alguns dos anos em que tinhamos 17 anitos!

cg disse...

fds... eu só vi os outdoors...
mas pa eu já vivo a vida tao intensamente que nem tenho tempo pra mamar a pub...
e no outro dia foi tao intenso q passei a noite a tossir, fui de directa pro SAP e depois totalmente medicado dormi 26h.. foi brutal... aos anos q eu precisava de desviver com esta intensidade...
adivinha lá pq q te ando a comentar de rajada ?